quarta-feira, 20 de outubro de 2010

ACNE: O QUE VOCÊ PRECISA SABER A RESPEITO

O QUE É A ACNE?A Acne se manifesta através do surgimento de cravos, espinhas, nódulos ou “espinhas internas”, marcas e cicatrizes. É uma afecção que atinge o conjunto pilossebáceo (pêlo e glândula sebácea). Em alguns casos, as lesões são mínimas, quase imperceptíveis e assim permanecem por toda adolescência. Em outros, as lesões tornam-se mais evidentes, perturbando a qualidade de vida e desencadeando ou agravando problemas emocionais. Existem também casos em que as lesões podem ser tão extensas, que precisam obrigatoriamente de cuidados médicos, pela sua gravidade.
TODO MUNDO TEM ACNE?A acne afeta 80% dos adolescentes no mundo, e, em algumas pessoas, persiste até a idade adulta. As lesões surgem na puberdade e acometem ambos os sexos, tendo um maior pico de incidência dos 14 aos 17 anos nas mulheres, e dos 16 aos 19 anos nos homens. Existe uma influência genética na evolução da Acne, que pode ser aumentada ou diminuída por fatores raciais e ambientais.
COMO SE FORMA A ACNE?A acne se forma nos folículos polissebáceos, que são formados por um pêlo e uma glândula sebácea que ficam na camada intermediária da pele, conhecida como derme.A glândula sebácea produz uma substância chamada sebo, que é formada por vários tipos de gordura. Normalmente este sebo é eliminado pelo canal do folículo e se espalha na superfície da pele. Nas pessoas com tendência à acne, este canal é obstruído por um espessamento da pele (queratina) e o sebo se acumula, dando origem aos cravos ou comedões.Os folículos polissebáceos estão na pele do corpo todo, com exceção das palmas das mãos e plantas dos pés. Entretanto, em algumas áreas as glândulas são maiores, como na face, peito e costas. Por isso, nessas áreas normalmente existe maior incidência de acne.
QUAIS SÃO AS CAUSAS DA ACNE? Vários fatores contribuem para o aparecimento da acne:
Genético ou hereditário- pode haver uma predisposição genética que favoreça o desenvolvimento da acne em algumas pessoas mais que em outras.
Hormônios- os andrógenos regulam a produção do sebo pelas glândulas sebáceas. Durante a adolescência, a produção desses hormônios aumenta e, com ela, a produção de sebo, contribuindo para o surgimento da acne.
Aumento da atividade das glândulas sebáceas - em geral, quem tem acne apresenta glândulas mais ativas, que produzem mais sebo. Por isso, as pessoas com tendência à acne freqüentemente têm uma pele oleosa. Além disso, também pode haver diferença na composição desse sebo com a presença de elementos mais irritantes para a pele.
Obstrução do canal pilossebáceo - a formação de um tampão nos poros provoca a retenção do sebo que deveria ser eliminado, e a conseqüente formação dos comedões (cravos).
Proliferação e ação das bactérias - as bactérias atuam sobre o sebo acumulado e favorecem a inflamação da pele, formando lesões avermelhadas, doloridas e com pús. A principal bactéria envolvida chama-se Propionibacterium acnes (P.acnes). Ela está normalmente presente na pele de todas as pessoas, mas em maior quantidade nas que apresentam acne.

Alguns sites interessantes sobre a acne:
Sociedade Brasileira de Dermatologia: http://www.sbd.org.br/
Academia Americana de Dermatologia: http://www.aad.org/
Saúde Total: www.saudetotal.com.br/acne
Acne Net: http://www.skincarephysicians.com/acnenet/
FaceFacts: http://www.facefacts.com/homepage_static.html
Acne Can Be Cured: http://www.acnecanbecured.com.au/
Acne Net: www.derm-infonet.com/acnenet/index.html
CUCAS: Companheiros Unidos Contra a Acne (Roche): http://www.cucas.com.br/
Galderma Brasil: http://acne.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário